NOTÍCIAS


Conheça o estudante de Schroeder que foi medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática

O aluno Matheus de Oliveira, da Escola Luiz Delfino, recebeu medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), referente ao ano de 2021.

Ele e outros estudantes de Schroeder, e de todo o Estado de Santa Catarina, estiveram em Florianópolis no último dia 7, para a premiação.

Matheus, de 14 anos, frequenta o 8º ano do Ensino Fundamental, esteve na Capital catarinense acompanhado do professor Josué Francisco Prestini.

A preparação dos alunos, segundo Prestini, teve como base as provas de anos anteriores e, no caso do Matheus, estudando conteúdos que ele tinha dificuldades.

Professor Josué Prestini (E) falou da dedicação do aluno para as Olimpíadas. Foto: Arquivo Pessoal

“A expectativa de um bom resultado sempre existe, porém, a medalha de ouro é mais difícil. Foi um prêmio à dedicação do aluno Matheus, que sempre se empenha ao máximo em suas atividades”, destaca o professor.

Para ele, dedicação, comprometimento a vontade de saber mais do que somente o estudo em sala, além de uma visão mais ampla dos conteúdos, fizeram a diferença para que o jovem obtivesse esse importante resultado.

Estudantes foram premiados pelo desempenho na OBMEP 2021. Foto: Arquivo Pessoal

DICA DE CAMPEÃO

Matheus revela que sua preparação se baseou em praticar o básico e buscar mais informação sobre o conteúdo que não possuía domínio.

“O que eu mais gosto é que as contas quase sempre possuem um padrão e, quando você raciocina para entender o padrão, as contas ficam mais fáceis. A prova em si foi boa, consegui resolver praticamente todas as questões, fiquei bem seguro com algumas respostas, pois resolvi com bastante calma”, comenta.

O estudante revela que não tinha grandes expectativas quanto à competição, pois foi o primeiro ano que fez a prova.

Quanto ao futuro, Matheus diz que a meta é continuar estudando, formar-se e ajudar os pais no que for possível.

“Meus pais sempre me ajudaram a entender a matemática, principalmente meu pai, que desde que eu era criança me ensinava jeitos de fazer tal conta. Os professores também sempre ajudaram, nas aulas deles sempre consigo entender o conteúdo, sem nenhuma complicação”, afirma.

MAIS DESTAQUES

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) é um projeto nacional dirigido às escolas públicas e privadas brasileiras. A realização é do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), e com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC.
O público-alvo da OBMEP é composto de alunos do 6º ano do Ensino Fundamental até último ano do Ensino Médio.

A secretária municipal de Educação e Cultura, Armelinda Walz Schmitt, parabeniza a todos pela conquista e enfatiza que a premiação é resultado do empenho dos alunos medalhistas, trabalho e dedicação dos professores em sala de aula e, também, da parceria das famílias.

“Ficamos muito felizes em saber que tivemos medalhistas na Olimpíada. Que nosso Município de Schroeder foi anunciado e teve representatividade”, ressalta.

Estudantes schroedenses que também receberam medalhas referentes ao ano de 2021:
• Guilherme Döge, da Escola Municipal Professor Emílio da Silva, medalha de prata;
• André Augusto Silva, da Escola Municipal Professor Santos Tomaselli, medalha de prata;
• Denis Lindner, também da Emílio da Silva, medalha de bronze;
• Alex Roberto Scherer Kniess, Escola Elisa Cláudio de Aguiar, medalha de bronze;
• Bruno Rech Fagundes, Escola Elisa Cláudio de Aguiar, medalha de bronze.

A professora Lidiani Stefanski Fipke é a responsável pela Olimpíada Brasileira de Matemática nas escolas Santos Tomaselli e Emílio da Silva.

A preparação dos alunos da Escola Elisa Cláudio de Aguiar está a cargo da professora Isane Reichardt, que promoveu grupo de estudos com os alunos.

André Augusto (E), Denis, professora Lidiani e Guilherme, junto ao diretor da Escola Emílio, Jani Possamai, e ao diretor da Escola Santos, Ronir Voigt. Foto: Divulgação

Alex Roberto Scherer Kniess e Bruno Rech Fagundes (ambos medalha de bronze), da Escola Elisa Cláudio de Aguiar, acompanhados do diretor Vanderlei e a professora Isane. Foto: Divulgação

Alex Roberto Scherer Kniess e Bruno Rech Fagundes (ambos medalha de bronze), da Escola Elisa Cláudio de Aguiar, acompanhados do diretor Vanderlei e a professora Isane. Foto: Divulgação



14/07/2022 – Rádio Schroeder

SEGUE A @SCHROEDERFM.OFICIAL

(47) 3307-2435

contato@radioschroederfm.com.br
Schroeder – SC

NO AR:
AGITA AÍ