NOTÍCIAS


Centro de Atendimento Dengue em Jaraguá do Sul passa a funcionar nesta terça-feira (9)

A partir desta terça-feira (9), passa a funcionar no Parque Municipal de Eventos em Jaraguá do Sul, junto ao Estande de Tiro Olímpico Roland Leopoldo Janssen, o “Centro de Atendimento Dengue”.

A estrutura que contará com médico, enfermeiro e técnico em enfermagem, prestará os primeiros atendimentos a pacientes com dengue ou com suspeita da doença.

Os pacientes serão classificados de acordo com a gravidade da doença, divididos nas categorias A, B, C e D.

O Centro de Atendimento Dengue funcionará todos o os dias da semana, das 7h às 22h.

Será um serviço de porta aberta ou encaminhamento de outros pontos de atendimento. No local serão feitos os atendimentos iniciais incluindo hidratação intravenosa, caso necessário.

Foram disponibilizadas 22 poltronas para que as pessoas recebam hidratação endovenosa e acompanhamento médico. Também haverá uma ambulância à disposição.

Os pacientes menos graves serão encaminhados para tratamento em domicílio com hidratação via oral e serão monitorados por uma equipe de profissionais, para evitar complicações da doença – semelhante ao que aconteceu durante a pandemia de COVID 19.

De acordo com o Secretário de Saúde, Alceu Gilmar Moretti, o serviço surgiu da necessidade após várias reuniões com representantes do Estado de Santa Catarina, municípios vizinhos e os hospitais da região.

“Há realmente a necessidade desse serviço de hidratação e de exames para que nós possamos tranquilizar a população e ajudar no atendimento”, destacou.

O prefeito de Jaraguá do Sul, Jair Franzner, ressaltou as ações rápidas no sentido de “cuidar das pessoas com dengue e suspeitas de dengue com hidratação e exames de sangue. Com isso nós vamos desafogar os hospitais e estabilizar a saúde das pessoas antes que piore”.

Funcionamento do Centro de Atendimento Dengue

– Atendimento de porta de entrada e encaminhados de unidades de saúde do município para pessoas com suspeita ou diagnosticado com dengue, incluindo crianças e adultos.

– A partir de terça-feira (9), das 7h às 22h, todos os dias da semana.

– Hidratação endovenosa, apenas para casos cujos critérios são cabíveis a esta conduta, com 22 poltronas disponíveis e duas macas.

– Serão coletados exames de sangue quando necessário. Será feito hemograma completo e exame de sangue da dengue, para os casos que se enquadrarem nos critérios técnicos.

Os exames serão coletados e encaminhados aos laboratórios para análise. O resultado ficará pronto em até três horas.

Haverá uma ambulância disponível para encaminhar pacientes ao pronto socorro, caso necessário, e um carro para levar os exames.

– Após ser atendido na recepção um técnico de enfermagem verificará os sinais vitais do paciente, um enfermeiro fará a classificação de risco.

Na sequência será feita a interconsulta e atendimento médico para casos específicos.

Classificação da Dengue

Grupo A

É o mais “simples”, quando o paciente não tem sinais de alarme ou comorbidades. Nesse caso, os exames são dispensáveis, mas podem ser realizados a critério clínico.

Grupo B
Compõe os pacientes que não têm sinais de alarme, mas existe um risco maior de gravidade, considerando se há comorbidades associadas ou sinais de sangramento espontâneo, como sangramento gengival, petéquias na pele (manchas avermelhadas) ou sangramento induzido.

Grupo C
Também com sinais de alarme e na fase crítica e precisam de hidratação com soro fisiológico e glicosado.

Grupo D
É o grande perigo da dengue, caracterizado por paciente com presença de sinais de choque, sangramento grave ou disfunção grave de órgãos. O paciente deve ser acompanhado imediatamente em leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).




09/04/2024 – Rádio Schroeder

SEGUE A @SCHROEDERFM.OFICIAL

(47) 3307-2435

contato@radioschroederfm.com.br
Schroeder – SC

NO AR:
NA SOLA DA BOTA