Grupo de capacitação em agroturismo faz visitas técnicas em propriedades em Jaraguá do Sul
09/10/2019 16:43 em Geral

O lindo dia de sol contribuiu para o sucesso da viagem técnica do grupo de capacitação em agroturismo promovido pela Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio, Serviços e Turismo.

Os 21 inscritos percorreram duas propriedades de agroempreendedores que já desenvolvem iniciativas comerciais voltadas ao turismo: a Casa Rux, no Rio da Luz, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), e o Sítio Harmonia, na localidade de Rio da Luz – Vitória.

A iniciativa integra o cronograma de ações da capacitação, que segue os moldes do projeto “Acolhida na Colônia”, originário na França, em 1987,  implantado no Brasil em 1999. Esse modelo valoriza a simplicidade campesina, os produtos orgânicos, ecossustentáveis e naturais.

Os 21 inscritos nesta edição da Capacitação em Agroturismo participaram do edital de chamamento público da Prefeitura, direcionado a proprietários, arrendatários e produtores rurais que visam produzir e receber turistas para consumirem seus produtos e conhecerem os hábitos do cotidiano rural.

Até dezembro, o cronograma da capacitação prevê visitação em mais cinco propriedades rurais.

Diagnóstico Participativo

A engenheira agrônoma Lucilene Assing, que ministra a Capacitação em Agroturismo, explica que os 21 participantes, mais os técnicos das secretarias municipais de Turismo, Agricultura e também da Epagri de Jaraguá do Sul, visitaram ambas as propriedades com um olhar para o potencial agroturístico.

De acordo com Lucilene, eles puderam conferir dados relacionados à preservação da história, produção agro (“o que se faz hoje e o que se pretende fazer”) e infraestrutura que pode ser aproveitada para impulsionar negócios voltados ao turismo rural receptivo.

Essas e outras informações fazem parte do Diagnóstico Participativo, em que o grupo avaliará as atividades desenvolvidas nos locais visitados, relacionadas à agricultura, cultivos orgânicos, alimentação, assim como o potencial para hospedagem e características de sinalização e paisagismo.

Lucilene constata que a região dispõe de grande variedade no quesito alimentação: “A parte da gastronomia típica é muito forte na região e vem se destacando”.

Avanços no aprendizado

O diretor de Turismo, Marcelo Nasato, que integrou as duas visitas técnicas, atesta os avanços alcançados pelo grupo, pela troca de experiências e aquisição de conhecimentos, nos dois cases bem sucedidos de agroempreendorismo com viés turístico.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio, Serviços e Turismo (Semdeicst), Domingos Sávio Zancanaro, enaltece a iniciativa oportunizada aos produtores com a Capacitação em Agroturismo.

COMENTÁRIOS