Lançado o programa de recuperação da mata ciliar em Jaraguá
23/03/2019 14:25 em Geral

Na manhã desta sexta-feira (22/03), Dia Mundial da Água, o Samae, Prefeitura e Ministério Público do Meio Ambiente realizaram o plantio das primeiras 242 mudas de árvores nativas que auxiliarão na recuperação da Mata Ciliar dos lotes lindeiros ao Rio Itapocu.

A ação aconteceu nas margens do Rio Itapocu em terreno localizado na Rua Erwino Menegotti, 800, de propriedade de Sidnei Antonio Romano. Este foi o primeiro lote, dos mais de 160 que aderiram ao programa nesta primeira etapa, a receber o plantio.

O diretor-presidente do Samae de Jaraguá do Sul, Ademir Izidoro, ressaltou que “hoje é um dia muito importante. É o dia em que damos mais um grande passo para a preservação de nossos mananciais. É o momento em que iniciamos o plantio do Programa de Revitalização da Mata Ciliar que lançamos no dia 07 de novembro de 2018, no salão Amizade”.

Para entrar no grupo de WhatsApp da Schroeder FM, clique aqui.

O programa surgiu da preocupação do Samae de Jaraguá do Sul, da Prefeitura, Fujama e Ministério Público de Santa Catarina, através da Promotoria do Meio Ambiente (MPSC) com a degradação qualitativa, a escassez e a falta de cuidado ao longo dos anos com o rio e suas margens.

O programa de Revitalização da Mata Ciliar objetiva recuperar as matas ciliares dos lotes lindeiros ao Rio Itapocu para manter as condições ambientais do rio que é utilizado pelo Samae para captação, tratamento e distribuição de água potável, garantindo a qualidade e a quantidade da água oferecida à população.

De acordo com o Prefeito Antídio Lunelli é preciso trabalhar o tema educação ambiental nas escolas. “Tenho um sonho de incluir na grade curricular a disciplina de Educação Ambiental, pois é pelas nossas crianças que criaremos a consciência da preservação e cuidado com a água e o meio ambiente”, afirmou.

Alexandre Schmitt dos Santos, Promotor de Justiça da Promotoria de Defesa do Meio Ambiente da Comarca de Jaraguá do Sul enalteceu que esta é uma iniciativa importante, pois a revitalização das matas ciliares é fundamental para prevenir o assoreamento dos rios. “Esse programa conta com o apoio do Ministério Público e esperamos que haja a adesão dos proprietários de lotes ribeirinhos. A segurança hídrica para o abastecimento de água de Jaraguá do Sul, depende deste programa”, reforçou o promotor.

Com o início do plantio nesta sexta-feira (22/03), o próximo passo é preparar os demais terrenos que aderiram ao programa e dar a sequência no plantio. Nesta primeira etapa o programa será desenvolvido nos bairrosTrês Rios do Norte, Santo Antonio, Nereu Ramos, Três Rios do Sul, Rau, Chico de Paulo, Água Verde, Centro, Amizade e Czerniewicz.

Até o final dos trabalhos devem ser recuperados mais de 1 milhão de metros quadrados, plantadas mais de 40 mil espécies em 364 lotes lindeiros. Cada área contemplada no programa receberá plantio e, de acordo com a necessidade, cercamento feito pelo Samae. O investimento será de aproximadamente R$ 1 milhão.

Ademir Izidoro comentou ainda que dia 22 de março é o dia mundial da água. “Uma data destinada a reflexão e discussão sobre a relação homem e água e as medidas para resolver problemas relacionados com a poluição. Apenas 2,4% da água é doce, porém, somente 0,02% está disponível em lagos e rios que abastecem as cidades e pode ser consumida. Por isso que o cuidado com os rios é muito importante, pois preserva grande parte da vida”, finalizou.

 

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE